«Engrandecida e Agradecida», a Homenagem de Constância ao Comendador António Mendes (c/áudio e fotos) – Rádio Tágide

«Engrandecida e Agradecida», a Homenagem de Constância ao Comendador António Mendes (c/áudio e fotos)

António Mendes, comendador e presidente da Câmara de Constância ao longo de 24 anos, foi, justamente, homenageado nas cerimónias oficiais no Feriado Municipal do Concelho. No edifício da Câmara Municipal fica uma instalação com o rosto de António Mendes e uma placa evocativa à homenagem onde se pode ler: “Constância engrandecida e agradecida”.

Já no edifício dos Paços do Concelho, foi o Comendador António Mendes a fazer o primeiro discurso da manhã, perante um salão nobre cheio. E o ex-autarca começou a abrir gavetas de memórias e de gratidão pelos momentos e pessoas que o acompanharam ao logo dos 24 anos, que são mais, pois aos 29 era eleito para a Assembleia de freguesia, tendo depois passado pelo executivo municipal, como oposição, até à vitória “por margem reduzida” em 1985.

António Mendes frisou que “é um momento muito especial para mim. Nesta casa onde servi tantos anos. Agradecer a todos os que quiseram que este momento acontecesse.”

Comendador António Mendes

Já Sérgio Oliveira, presidente da Câmara de Constância, começou por dizer ter a certeza que o cargo de presidente câmara foi o que António Mendes mais gosto deve ter tido.

Depois explicou que houve uma recomendação da Assembleia Municipal em 2015 para esta homenagem. Em 2018 “confirmei que iria haver a homenagem”, mas decidiu criar um grupo de trabalho para decidir todos os aspetos da homenagem.

Sobre o Feriado Municipal, Sérgio Oliveira enumerou as obras do mandato, deixou indicação dos três projetos em curso e dos que podem vir a ser apoiados pelo Portugal 2030.

 

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara de Constância

Depois da Cerimónia Solene do Feriado Municipal, seguiu-se a tradição da “arruada” até ao areal do Zêzere, onde são recebidas as embarcações que a subir o Tejo e depois o Zêzere, ficam ancorados até perto das 17 horas, altura em que voltam ás águas dos rios para receberem a Benção de Nossa Senhora da Boa Viagem.

 

Fonte da notícia: Jornal de Abrantes