Sardoal: Foi aprovada a candidatura “VIVER AO VIVO, com Tempo no Centro” - Rádio Tágide

Sardoal: Foi aprovada a candidatura “VIVER AO VIVO, com Tempo no Centro”

A Candidatura “VIVER AO VIVO, com Tempo no Centro”, da qual o Município de Sardoal foi promotor, em parceria com as autarquias de Castanheira de Pera e Celorico de Basto e com a Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne, foi aprovada pelo Centro 2020, após ter sido submetida em agosto último.
Esta candidatura, apresentada no âmbito da “Programação Cultural em Rede”, subsidiada a 100% por fundos comunitários, visa a criação de uma rede de itinerância e intercâmbio cultural entre os três Municípios envolvidos, por forma a apoiar e a estimular os agentes e a economia local, bem como a definir e implementar um plano integrado de atividades culturais multidisciplinares com um eixo central na música clássica e na perceção sensorial do mundo.
Este projeto articula-se em rede entre agentes culturais e Municípios, cruzando a região centro desde o rio Tejo (Sardoal), por perto de Espanha no alto da Serra da Estrela (Celorico da Beira), passando pelo curso do rio Zêzere e pela Serra da Lousã (Castanheira de Pera), “para que numa viagem, com tempo, exploremos juntos a história e cultura portuguesa pelos cinco sentidos em todos os locais, adquirindo dimensão superior e escala na promoção e captação da relevância do património português no contexto nacional e internacional”.
O programa de ação subdivide-se em 10 etapas (9 roteiros e uma ação de disseminação) com atividades que se entrelaçam para construir uma história variada e complexa, utilizando a riqueza do património local e assente numa lógica de economia social e circular que promove o tempo para e pela cultura, a partilha e o bem-estar, com imensas atividades variadas entrecruzando públicos das diferentes rotas como a Nacional 2, GR22, Geopark UNESCO, Rota do Sagrado, Caminhos de Santiago, variadas Rotas pedestres, públicos de geocache, de praticantes de parapente, de apreciadores dos produtos locais como o mel, marmelada, gelados, vinho, queijo, compotas, azeite, etc.

Fonte da notícia: Jornal de Abrantes